O sonho que todo botafoguense jamais quer ser acordado

| 07/07/2017 |
Nos últimos dias de acordo com os últimos resultados, vindo de uma sequência de 3 derrotas sem sequer marcar um gol, o que vinha sendo debatido era "Esse Botafogo chegou ao seu limite?". Parecia que sim, mas com esse time nem tudo que parece é! Está ai, mais uma vitória sobre um Campeão da Libertadores, o Botafogo venceu o Nacional em Montivideu. 
Monstro! João Paulo é o cara do Botafogo!
Foto : Divulgação Conmebol


Até onde vai esse Botafogo de um Bruno Silva que mostra que é um jogador fantástico aos seus 30 anos, vai além de um volante ou um meia direito, é um cara que domina todas as posições de meio campo, a alma desse Botafogo. O Botafogo de João Paulo, que hoje marcou seu 1° gol, mas quem precisa de gols quando se é o grande mágico de um meio campo? Determinação e raça aliada a categoria e habilidade, junta seu espírito guerreiro com sua absurda visão de jogo. Esse Botafogo que tem sua cara jovem em Matheus Fernandes, 19 anos de puro talento, jogador de ouro, a cara e o estilo do volante de futebol europeu, desarma até pensamento, dribla, chego no ataque pra criar jogadas e até arriscar pra gol, cada partida sua vem sendo sua melhor e com isso a confiança vem aumentando, difícil ver o Botafogo sem esse garoto. O Botafogo do xerifão Joel Carli, dono absoluto da defesa, o argentino mostra o que é ter amor e respeito a essa estrela e é com justiça o capitão desse time histórico.

Sim, esse Botafogo é histórico já, independente do que venha a acontecer. A raça, o empenho, a determinação dessa equipe, é admirável e louvável, os feitos são históricos. É o tipo de time que a gente relembra a vida toda, que contamos aos filhos e netos, taças são consequência ou não, mas a marca de um time que marcou história fica pra sempre e esse time já marcou história, pelo menos para nós botafoguenses. Sempre iremos relembrar das batalhas contra Colo Colo e Olímpia, que não davam nada pela gente. E a fase de grupos hein? Eliminando Estudiantes e o atual campeão Atlético Nacional, vencendo na Colômbia e no Rio. Vamos relembrar também dessa vitória contra o Nacional lá no Uruguai, independente do que aconteça na volta. Isso sem contar que já "estávamos rebaixados" em 2016 e chegamos a Libertadores, essa história vem sendo contada desde 2015, com o time da reconstrução para a disputa da Série B daquele ano.

Vivemos um sonho que não queremos acordar nunca, só quando esse sonho de fato se tornar uma realidade. Assim vamos para o jogo de volta, com nossos pés no chão, com humildade, não há nada ganho, ainda temos 90 minutos aqui na nossa casa, em mais um espetáculo da nossa torcida maravilhosa, precisamos sacramentar essa classificação. Vamos Glorioso, deixe esse nosso sonho ser prolongado, até termos um belo e lindo final, até este sonho virar uma realidade, não nos faça acordar!
0 Comentário(s)
Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário