Flamengo nas semifinais da Copa do Brasil e a incrível e inexplicável história de amor de um técnico com jogadores medíocres!

| 27/07/2017 |
Flamengo jogou a segunda partida contra o Santos, pelas quartas de finais da Copa do Brasil. O primeiro jogo realizado na Ilha do Urubu foi vencido pelo Flamengo por 2 a 0, conseguindo uma bela vantagem. Na partida de volta, em uma péssima atuação, foi derrotado por 4 a 2 e quase consegue outra façanha de ser eliminado de maneira vexatória.


Tal vantagem ficou maior ainda com o gol de Berrío logo no início do jogo em belo passe de Diego. Por conta da regra de gol fora, nesse momento o Flamengo precisava sofrer 4 gols para ser desclassificado. Ainda no primeiro tempo, o Santos empatou e logo nos primeiros minutos após o intervalo, Guerrero colocou o Flamengo na frente novamente. Com 4 a 1 no placar agregado, somente mais 4 gols sofridos eliminariam o Flamengo. Missão impossível? Não para quem joga contra esse Flamengo sem vibração e com jogadores no mínimo questionáveis sendo escalados. Tomou outros 3 gols, sendo o último, felizmente, já aos 48 do segundo tempo.

As atuações do Flamengo nos últimos jogos vem sendo abaixo da crítica. Falhas coletivas e individuais vem sendo frequentes! Rafael Vaz já havia falhado no segundo gol do Palmeiras juntamente com Trauco, falhou no gol do Cruzeiro e falhou juntamente com Juan no gol do Coritiba. E qual a semelhança de todas essas falhas? A manutenção do zagueiro no time titular! Contra o Santos novamente Rafael Vaz em uma falha clamorosa, onde decidiu sair driblando dentro da área (sim, é verdade) em um jogo decisivo, e acabou cedendo escanteio. Na cobrança, gol de empate de Copete em falha também de Muralha!

As falhas individuais acabaram? Claro que não! Márcio Araújo estava em campo também como sempre. No lance, o limitado volante permitiu que Bruno Henrique realizasse o cruzamento da bola, no bate rebate a bola sobrou novamente para Bruno Henrique cabecear para dentro da área sem ser incomodado pela segunda vez no mesmo lance. Na sobra Victor Ferraz fez o terceiro gol do Santos.

Agora então as falhas individuais acabaram? Ainda não! Especialmente nesse jogo decisivo, Muralha retornou ao time. Ainda no primeiro tempo, Muralha saiu pessimamente do gol e quase Copete cabeceou para o gol vazio. Parecia ensaio. Aos 48 do segundo tempo, novo cruzamento, nova saída em falso do goleiro e Copete dessa vez não desperdiçou. Novamente sem goleiro! Isso mesmo, sem goleiro!!! Vale destacar no lance também, que Rafael Vaz marcava Copete e no cruzamento simplesmente não subiu para sequer tentar atrapalhar o atacante santista. A propósito, Muralha ficou apenas treinando nesse período em que Thiago foi escalado. E pelo visto, o treinamento em nada evoluiu o goleiro ou consertou suas intermináveis falhas. Sobre o preparador de goleiros, o que mais falta para ser cobrado/demitido?

Diego deu belo passe para gol de Berrío. Foto: Uol
Por sorte, logo após a saída da bola, a partida foi encerrada...

A pergunta que fica é: por acaso foi a primeira falha desse trio composto por Muralha, Rafael Vaz e Márcio Araújo? Não! Foi a segunda falha? Também não! Então foi a terceira falha? Incrivelmente não! Então, Zé Ricardo:

- Qual a justificativa para continuar escalando esses jogadores? 
- Cadê a tão falada meritocracia que sempre é destacada em suas coletivas? 
- Convicção é outra palavra que você usa bastante. Até onde irá sua convicção? Vai esperar outra eliminação? Ou vai esperar ser demitido para cair a ficha? Convicção que na verdade virou teimosia!
- Qual o critério para a entrada do Gabriel após 3 meses longe dos gramados em jogo decisivo?

Lembrando que Éverton Ribeiro, Geuvânio, Rhdolfo e Diego Alves não podem jogar a Copa do Brasil. Mesmo assim o banco era formado por: Thiago, Rodinei, Juan, Renê, Rômulo, Arão, Mancuello, Gabriel, Paquetá, Vinícius Júnior e Vizeu. Não há qualquer justificativa para Juan não ter iniciado a partida e muito menos para a entrada de Gabriel.

Éverton em ótima fase, deu uma bela arrancada e tocou para Guerrero fazer o segundo gol do Flamengo. Foto: Globoesporte
Sempre defendi a permanência do Zé Ricardo. Infelizmente, não tenho mais motivos para defendê-lo diante de tanta teimosia e desempenhos ruins! Na transmissão do jogo pela Rede Globo, Éric Faria comentou que praticamente todos os jogadores ficaram revoltados com a falha de Rafael Vaz. Reparem no nível que chegou a insatisfação de jogadores do próprio elenco com a atuação desse zagueiro que é seguidamente escalado como titular do Flamengo!

Nos últimos 3 jogos, Flamengo sofreu 7 gols. Média de mais de 2 gols sofridos por jogo. Sabem o que mudou desde então? Isso mesmo, N-A-D-A!

Falar que Rafael Vaz, Márcio Araújo, Gabriel e Muralha são ruins ou xingá-los, em nada vai mudar! Ninguém os obriga a serem jogadores do Flamengo nem muito menos a serem escalados! Ou o Zé Ricardo é obrigado?

A propósito presidente EBM, quem é o Vice Presidente de futebol para fazer as cobranças internas necessárias? Não temos há 6 meses!!! Dizer que você acumula essa função é atestar incapacidade! Depois de uma eliminação vexatória na Libertadores, quase fomos eliminados vexatoriamente 3 meses depois. E sabem o que mudou desde a eliminação da Libertadores? N-A-D-A! Aliás, uma única situação mudou: o desempenho do time piorou, onde chegamos a fazer boas partidas na Libertadores mesmo nas derrotas!

Diante dessa exibição no mínimo horrível, espero sinceramente que algo mude. Não vou me precipitar achando que nada irá acontecer novamente. Mas é desanimador ver um Flamengo tão inerte ao resultado. Ganhar, empatar ou perder, parece que dá no mesmo! Na coletiva, ao ser perguntado sobre a atuação do goleiro Muralha, o técnico Zé Ricardo teve a coragem de responder da seguinte forma: "Só temos a certeza de que temos goleiros de alto nível. O Muralha não chegou à toa na seleção brasileira. Saiu do time e treinou em alto nível. Voltou em um jogo difícil e acho que ele foi bem."

Não querer cobrar individualmente os jogadores até é justificável. Mas qual o motivo de elogiar um jogador publicamente quando a atuação foi desastrosa? Qual o treinamento de alto nível? Cadê o preparador de goleiros Victor Hugo, para ser cobrado/demitido?

É difícil traçarmos um prognóstico positivo desse Flamengo. Algo precisa ser feito antes que o ano vá por água abaixo! Não trocar de comando com a justificativa de "não ter ninguém melhor disponível" é ser omisso! É aquela situação de prefirir morrer atirando! Também não faço ideia de quem poderia ser contratado no lugar de Zé Ricardo. Mas é fato que ele não consegue evoluir o time e no mínimo tem escolhas erradas considerando a meritocracia sendo praticada. Estamos nas semifinais da Copa do Brasil, faltando 4 partidas para garantirmos participação na Libertadores do ano que vem. Só peço que devolvam o Flamengo vibrante de sempre, com gana de vencer custe o que custar! Apenas devolvam!

Flamengo volta a jogar no próximo domingo contra o Corinthians no Itaquera pelo Campeonato Brasileiro. Pela Copa do Brasil, as semifinais serão nos dias 16 e 23 de Agosto. Os mandos de campo ainda serão sorteados e muito provavelmente os jogos serão na Ilha do Urubu e Engenhão. Acho pouco provável que o Maracanã seja utilizado.

SRN!
@Rodri_Bruno

0 Comentário(s)
Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário