Vitória vence o Tupy por 1 x 0 mas ainda não convence!

| 18/02/2018 |
Wilker comemorando gol / Foto : Wagner Chaló
O Vitória finalmente venceu. Depois de três jogos sem marcar sequer um gol, Wilker aproveitou o bate rebate depois de uma bela jogada pela direita e colocou um forte chute no canto direito do goleiro do Tupy e abriu o placar. Nos 5 minutos seguintes, Hércules recebeu dois passes incríveis e ficou cara a cara com o goleiro mas não conseguiu balançar a rede.

O Vitória, apesar de larga vantagem na posse de bola, não teve muitas chances no primeiro tempo. Mádisson ainda colocou uma bola na cabeça de Hércules mas o goleiro Diogo fez milagre e não deixou a bola entrar. Hércules, inclusive, parece ter sentido os gols perdidos e parecia muito nervoso em campo. Aos 35 minutos voltou para marcar e puxou Fabinho Capixaba pelo braço e tomou um cartão amarelo. No final do primeiro tempo houve uma certa pressão do Tupy que conseguiu colocar uma bola no travessão ainda.

Torcida apoiando / Foto : Guilherme Kenzo
No segundo tempo, sem nenhuma mudança, o Vitória começou pressionando também. Nos primeiros 15 minutos tivemos duas boas jogadas de cabeça com a dupla de zaga, Leo Alves e Wesley. Aos 25 minutos, o atacante Baiano entrou no lugar de Hércules e deu uma boa movimentada no jogo, inclusive quase marcando um gol que o goleiro pegou. O jogo deu uma incendiada maior ainda depois que Marcus entrou no lugar de Mádisson aos 25 minutos. O Tupy ainda teve uma bola na trave nesse segundo tempo mas o jogo terminou com 1 x 0 mesmo.

Respiramos... mas não convencemos. A equipe continua com a mesma escalação e com a mesma forma de jogar, parece que apostamos em mudança de postura e não mexemos em nada no time em campo. Hércules está com dificuldade de fazer o gol, Anderson não consegue criar e Mádisson parece sacrificado em uma posição que exige muito fisicamente dele. Ao mesmo tempo temos lampejos de craque do Wilker, apesar de insistir demais em jogadas individuais, e uma zaga muito forte, apesar de inexperiente.

As entradas de Marcus e Baiano parecem que realmente tendem a mudar muito o time, porém não dá para entender a insistência em Anderson até o final do jogo. Acho que daria para experimentar a saída dele quando não estiver criando. De toda forma, nos aproximamos da parte de cima da tabela e precisamos fortalecer essa posição no sábado contra o Real Noroeste. Avante alvianil!



LEIA MAIS

HISTÓRICO! CRB bate Novo Hamburgo nos pênaltis e avança para 3ª fase da Copa do Brasil pela 1ª vez

| 16/02/2018 |
    Uma noite sofrida e histórica para o Clube de Regatas Brasil e seus torcedores. Pela Copa do Brasil, o CRB avançou pela primeira vez em sua história até a 3ª fase da competição ao bater o Novo Hamburgo lá no Rio Grande do Sul. E ainda contou com o sofrimento dos pênaltis para conseguir o feito inédito, o que deixou a classificação mais dramática ainda, deixando esse que vos escreve gelado e trêmulo escutando as cobranças pela rádio de Novo Hamburgo. Além da classificação, o CRB irá embolsar 1 milhão e 400 mil reais por ter avançado na competição, o que dá um up financeiro muito bom para o clube, que pode visar melhores contratações para o principal campeonato que iremos disputar neste ano, que o Campeonato Brasileiro da Série B. Quanto ao jogo, foi complicado, como já era de se esperar. O atual regulamento da Copa do Brasil deixa as coisas mais emocionantes, afinal só temos um jogo. O Novo Hamburgo foi pra cima, criou as melhores oportunidades e sufocou o CRB durante todo o primeiro tempo. Era uma chance desperdiçada atrás do outra e como diz o ditado "quem não faz, toma". No final do primeiro tempo, o artilheiro do CRB na temporada, Neto Baiano marca e deixa os alvirrubros na frente. 
Novo Hamburgo x CRB. O Galo está na 3ª fase da Copa do Brasil. Foto: Adilson Germann (Jea Comunicação)

    O segundo tempo foi da mesma maneira em relação ao primeiro tempo, com o Novo Hamburgo mais em cima do que nunca, já que precisavam do resultado, enquanto que o CRB recuou para garantir o resultado. Mas de nada adiantou. Pedra mole água dura, tanto bate até que fura. Aos 30 minutos da segunda etapa, Ricardo Lobo empata para o "Nóia", frustando as expectativas do CRB na partida. Nos minutos finais, nenhuma das equipes arriscavam, temendo em um contra ataque ter o jogo decidido e assim, a classificação foi decidida nas cobranças de pênaltis. Enquanto que o CRB foi perfeito em suas cobranças, o goleiro João Carlos do Galo da Praia pegou 2 pênaltis do Novo Hamburgo e garantiu a tão sonhada classificação para 3ª fase. O CRB irá enfrentar o São Paulo, time que já enfrentou na Copa do Brasil, edição de 2014. Na ocasião, o CRB venceu em casa por 2 x 1 e perdeu em São Paulo por 3 x 0. Que dessa vez as coisas mudem e soprem a nosso favor. 

#AvanteRegatas 
LEIA MAIS

Dupla dinâmica: Firmino e Salah marcam e Liverpool vence mais uma!

| 11/02/2018 |
O Liverpool visitou o Southampton na tarde deste domingo (11) pela vigésima sétima rodada da Premier League. 
Com seu trio de ataque, Roberto Firmino, Mohamed Salah e Sadio Mané, a equipe de Jurgen Klopp entrou em campo com um único objetivo: a vitória. Mesmo com um jogo de altos e baixos, o Liverpool sai de campo com seu objeito cumprido e por três motivos: Firmino, Mané e Loris Karius. 
LEIA MAIS

Vitória empata com o Atlético Itapemirim e a paciência do torcedor acaba!

| 06/02/2018 |
O Vitória entrou nessa tarde de domingo com o mesmo esquema tático da derrota do final de semana anterior apenas com a entrada Mádisson e George Lucas no lugar de Thiago Keller e Magno, ambos lesionados. Mas o que aconteceu, sem nenhuma mudança no esquema, foi, como já se imaginava e já falamos por aqui, um time entrando totalmente desorganizado.

O Atlético também não entrou bem e não conseguia aproveitar o espaço que a defesa do Vitória dava principalmente no lado esquerdo. Com a excessiva subida do lateral para o ataque, Mádisson tinha de voltar para marcar o que excluia qualquer chance de ataque já que Wilker e Anderson não saiam das pontas e, quando Hércules voltava, não tinha nenhum atacante na grande área. Um time totalmente inofensivo.

Entrada do atacante Marcus Bastos / Foto : Wagner Chaló
Aos 15 minutos, depois de um cruzamento ruim de Mádisson a bola sobrou para Anderson sozinho chutar muito mal no cantodireito do goleiro Bambu do CAI. Pouco depois de 5 minutos, depois de falta cobrada pelo mesmo Mádisson, Anderson também chuta rasteiro e fraco para fora do gol.

Aos 30 minutos do primeiro tempo o Vitória tem sua principal chance de marcar, Hércules entrega a bola para Mádisson jogar para fora. Aos 40 minutos um lance polêmico: o atacante Eraldo entra na área do goleiro Victor Coutinho que, segundo a arbitragem, vai na bola e evita o que seria o gol do Atlético de Itapemirim. Depois desse lance até o fim do primeiro tempo o Vitória sofreu uma grande pressão sendo salvo algumas vezes pelas mãos do goleiro Victor.


No intervalo o técnico Wagner tira o lateral Ayrton e promove a estreia do recém contratato Cristian, para ver se segurava na defesa e deixava a armação com mais liberdade na frente. Porém, o Atlético volta com a mesma pressão e nos primeiros 5 minutos teve duas chances de marcar. Aos 15 minutos, Mádisson sai e entra o atacante Marcus Bastos, estreando também.

Wilker em boa jogadas pela direita /  Foto : Wagner Chaló
Com Marcus fechando pela esquerda e Wilker pela direita o Vitória começou a criar mais, esse último inclusive começou a levantar a torcida com dribles desconsertantes e chutes perigosos. Aos 30 minutos, depois de cair na pressão de parte da torcida, o técnico Wagner tira o único armador que sobrou no time - Anderson - e coloca o atacante Paulo Vitor o que desorganiza de vez a já desorganizada equipe. Wilker vai para o meio e todo aquele ímpeto ofensivo pela direita acaba. O Vitória sofre 15 minutos de mais pressão do CAI, mas o jogo acaba assim, 0 x 0 e Wagner e seus comandados vão para o vestiário sobre fortes protestos dos torcedores.

Alguns veículos de comunicação já adiantaram que a diretoria do Vitória continuará bancando o Wagner e não nos cabe pedir a queda de ninguém. Mas o que ficou nítido no jogo contra o Serra e se fortaleceu nesse jogo de domingo é que a equipe precisa mudar. O esquema precisa se adequar aos jogadores e não os jogadores ao esquema. O time não ataca com um Hércules isolado na área e pontas que não fecham na área. O time não defende com os laterais subindo e com os meias precisando voltar para marcar. A alternativa da zaga, na maioria das vezes, era o chutão. Não temos o primeiro nem o último passe. O que se pode destacar de positivo é que pelo menos vontade os jogadores demonstraram, apesar de tudo. Quinta- feira jogamos o jogo mais importante até aqui contra o Espírito Santo às 16 horas no Salvador (o que por si só já é um péssimo dia e um péssimo horário) e, apesar dos mal resultados iniciais, ainda temos reais chances de classificação.

CONTRATAÇÃO

Jarles, nova contratação /  Foto : Wagner Chaló
Na tarde dessa segunda-feira o Vitória anunciou em sua página oficial a contratação de mais um atacante. Jarles (Baiano) de 21 anos, que jogou na base do Vasco e Flamengo e se encontrava no Friburguense. Sua vinda provavelmente é para suprir a necessidade de um bom reserva para o veterano Hércules tendo em vista que Diego Grafite, contratado para essa função, se lesionou.

No Friburguense jogou 17 jogos e fez 3 gols, sendo campeão do Copa Rio em 2016.

Conversamos com ele que nos deu a seguinte declaração:

"Minha espectativa é ajudar o grupo bastante e brigar pelo título,  vim aqui pra somar e com toda a equipe fazer um bom campeonato e brigar pelo título!"

LEIA MAIS

CRB perde para o fraco Dimensão! A bola pune!

| 05/02/2018 |


O futebol apresenta surpresas, ontem a zebra apareceu em Capela, quando o fraco Dimensão Saúde venceu por um tento a zero o poderoso e Tricampeão estadual, o CRB!

Parecia ser uma partida fácil, e foi, o Dimensão Saúde, não tinha ameaçado o gol de João Carlos até quando fez o um a zero numa falha do miolo de zaga do Regatas, aos 26 minutos do Segundo Tempo,  permitindo que Drey chegasse sozinho por trás e marcasse o único gol da partida.

Até aquele momento, o domínio territorial era do CRB, mas sem muita objetividade, mesmo assim as melhores chances eram do time do Regatas, incrível o gol que Edson Ratinho perdeu no primeiro tempo.

Na segunda etapa, o próprio Ratinho perdeu outro gol, entrando pela direita, deu uma bomba, livre, mas a bola passou rente a trave do goleiro Santos!

Depois veio o gol do Dimensão, injusto, mas a bola pune quem não faz, esta é uma das mais antigas lições do futebol, acaba perdendo o jogo e foi o que aconteceu.

O CRB sem forças, ainda procurou no desespero empatar a partida, mas não teve jeito, até Neto Baiano falhou em um lance crucial, centro avante não pode pensar muito, deixou a bola passar, quando podia ter dominado e emendado para o gol.

Outro lance foi com o Zagueiro Everton Sena, cruzamento na área, acertou um belo cabeceio para baixo, mas encontrou Santos bem colocado, não tinha mais o que fazer, estava decretada a derrota do milionário elenco Regateano!

Algumas considerações sobre a partida, da parte estrutural, e não é porque o grande e favorito perdeu, quem me conhece sabe muito bem da minha posição, não é de hoje que defendo mais rigor com os estádios do interior,  não dá para jogar nestes campos, por todos os motivos, fazem uma “meia sola” nos gramados (se é que podemos falar em grama na maioria deles, às vezes é capim apilhado), para diminuir a qualidade técnica e tirar vantagens nos jogos com os chamados grandes do nosso futebol!

Mas CRB, CSA e o ASA têm culpa, expõem seus elencos caros a estas condições porque querem, duvido muito se os três, de forma séria, sem golpismo entre eles, sentassem e exigissem gramados e dimensões de campo, para que todos fossem  padronizados, só começaria o campeonato com estas condições, no mínimo, sem falar nos outro setores de um estádio de futebol!


Duvido muito que a FAF peitaria os três maiores, teria que arrumar um jeito de fazer um campeonato com estádios descentes, do gramado até a acomodação para o torcedor!
LEIA MAIS

Pela Copa do Nordeste, CRB vence o Confiança e mantém os 100% na temporada

| 02/02/2018 |
Flávio Boaventura comemorando seu gol, o 1º do CRB, diante do Confiança. Foto: Alisson Frazão/TNH1

    Que galo é esse? Mais um jogo, mais uma vitória do CRB na temporada e a vítima da vez foi o Sergipano Confiança, em jogo válido pela Copa do Nordeste. Melhor desde o primeiro minuto de jogo, o CRB passou por cima do adversário e acumula 5 vitórias em 5 jogos na temporada, algo que não acontece há muito tempo com o CRB.
LEIA MAIS

Vitória perde de 3 x 0 do Serra e se não promover mudanças pode perder a classificação!

| 28/01/2018 |
O dia era de festa. Vitória ganhou de 2 a 0 na estreia e pegaria o Serra, tradicional adversário, depois de 6 anos sem se encontrar no Capixabão. A torcida compareceu e só restava ao time fazer uma boa partida, mas o que se viu em campo foi uma equipe apática, sem direção, totalmente desorganizada e que tomou, sem maiores resistências, 3 a 0 da equipe serrana.

Diferente do último jogo, o Vitória entrou com a equipe completa inclusive com reforços no banco como a volta do atacante Paulo Vitor, cria da base do clube alvianil. As únicas diferenças para a escalação anterior foram nas laterais com Ayrton no lugar de Wallace, que saiu para o futebol mineiro, e Magno que agora foi regularizado. Apesar da espectativa, o time praticamente não entrou em campo, a equipe do Serra teve quase todas as oportunidades do primeiro tempo e aos 36 minutos depois de bola rebatida no meio da área, o atacante Rael - sem marcação - encheu o pé e colocou a bola no fundo do gol. 1 x 0 Serra. Logo depois o meia Thiago Keller sente uma lesão anterior no tornozelo e Mádisson o substitui. O Serra ainda tem uma boa oportunidade antes do fim do primeiro tempo mas acaba dessa forma mesmo.

Pênalti não marcado no zagueiro Leo / Foto : Wagner Chaló
Na volta pro segundo tempo o volante Brian, titular no jogo anterior, assume novamente a lateral direita no lugar de Magno. O time voltou com uma vontade um pouco maior e nos primeiros 5 minutos chegou a dar trabalho ao goleiro Walter com Wilker e Anderson. Além disso um pênalti claro no zagueiro Leo Alves não é marcado pelo fraco juiz Varejão. Logo depois, aos 10 minutos Emílio, sozinho na área, acerta um bom chute de esquerda e faz o segundo do Serra. 2 x 0. Wagner tenta colocar o time pra frente e tira o volante Davi e promove a reestreia de Paulo Vitor. Aos 25 minutos, depois de uma linha de impedimento mal feita, o Serra contra ataca com 3 contra 1 e com facilidade Paulo Ricardo marca. 3 x 0. Hércules ainda tem uma chance clara no finalzinho do jogo mas nem ele consegue marcar. Fim de jogo, 3 x 0 e o time já se preocupa com a classificação.

O estrante Paulo Vitor / Foto : Wagner Chaló
O Vitória se demonstrou totalmente despreparado para enfrentar um time mais ou menos organizado, assim como quando pegou o Tupy em amistoso preparatório. Os jogadores, muito novos, parece que sentem a pressão. O sistema defensivo, que elogiamos bastante, não ganhava uma dividida, os jogadores pareciam acuados ou sem vontade. Tivemos duas substituições por lesões (e aparentemente ambas anteriores) o que já demonstra uma falta de planejamento do clube. Se antes havia uma dúvida sobre a insuficiência do elenco hoje não há mais essa dúvida, precisamos de jogadores mais experientes para garantir um bom jogo em condições adversas. A torcida já demonstra insatisfação com o técnico Wagner Nascimento e a diretoria precisa abrir os olhos - com o curto campeonato, se é para trocar tem que trocar logo. Apesar do pênalti não marcado, o Vitória não parecia ter nenhuma condição de virar o jogo ou pelo menos empatar. Tarde para ser esquecida pela torcida, mas que precisa ser muito lembrada pela equipe técnica e diretoria. A próxima partida é em casa contra o Atlético Itapemirim, atual campeão capixaba, no dia 04/02 e só a vitória interessa. Avante Alvianil!
LEIA MAIS

Cirúrgico, CRB vence o Coruripe fora de casa e segue líder do Alagoano

| 25/01/2018 |
     
Leílson comemorando o seu gol, o primeiro diante do Coruripe. Foto: Douglas Araújo/ASCOM CRB

      Pela segunda rodada do Campeonato Alagoano, o CRB foi até Coruripe (litoral sul de Alagoas) enfrentar o time da casa e saiu de lá com um bom resultado. Com gols de Leilson e Marcão, o CRB bateu o Coruripe pelo placar de 2 x 1 e assumiu a primeira colocação do estadual de forma isolada.
LEIA MAIS